A Dieta Cetogênica.

A dieta cetogênica vem se tornando cada vez mais conhecida e praticada no mundo fitness. Basicamente consiste numa dieta sem carboidratos, com uma quantidade normal de proteínas ( ou seja, não é rica em proteínas como mtos dizem) e rica em gorduras boas, o que entram castanhas e óleos de boa qualidade, não bacon ok?! Ela foi criada há muito tempo para o tratamento de epilepsia, porém entrou em desuso com novos fármacos.

Recentemente é usada para a perda de peso e o no tratamento de câncer. Normalmente nossa principal fonte de energia é o carboidrato, a glicose (açúcar), porém na sua ausência nosso corpo tem a capacidade de transformar gordura em energia, esse processo se chama cetose, sendo um processo fisiológico natural nosso, acontece no fígado transformado ácido graxo em corpos cetônicos, usando os depósitos de gordura como energia.

Nesse processo de cetose, conseguimos diminuir o percentual de gordura e nos sentimos mais saciados. Porém algumas pessoas sentem alguns efeitos adversos no início da dieta, como dor de cabeça, náusea e fraqueza, esses sintomas tendem a sumir quando o corpo se acostuma com a nova dieta.   Essa dieta não compromete a massa muscular quando consumir  as quantidades adequadas de proteína, esse valor varia de pessoa para pessoa.  A dieta cetogênica também auxilia no tratamento do câncer, pois as células cancerígenas se usam como principal fonte de energia os carboidratos.   

Essa dieta é extremamente restritiva, podendo causar compulsão alimentar e a reintrodução alimentar deve ser acompanhada para enfeitar o efeito sanfona. Essa dieta deve ser indicada apenas em casos extremos com muita dificuldade com a perda de peso, ela traz excelentes resultados, mas pode trazer um grande aumento de peso posterior se não houver um acompanhamento nutricional adequado.   

O melhor é iniciar o tratamento com uma reeducação alimentar e fazer evoluções graduais até uma cetogênica.  A atividade física também potencializa o efeito da dieta, sendo indicada nesse cenário de perda de peso.

Por Karoline Taques.