Alimentação das crianças nas férias

Com a chegada do mês de dezembro, chega também o período mais esperado pelos pequenos: as férias escolares! Se para as crianças esta quebra na rotina significa muita alegria e diversão, para os pais e responsáveis a ausência de horários pode gerar algumas preocupações. Antes de mais nada é preciso lembrar que as férias são sim um período de descanso, um momento em que a criança pode deixar um pouco de lado as atividades acadêmicas e curtir a família, avós, tios, primos e amigos. Entretanto, apesar dos horários e obrigações se tornarem mais flexíveis alguns pontos devem ser observados com carinho, como por exemplo, o horário das refeições e o que se coloca no prato.

Devemos lembrar que as crianças estão em processo de desenvolvimento físico e de formação de hábitos, portanto, sempre que possível o horário da alimentação deve ser mantido o mais próximo do habitual. Com isso será mais fácil manter a rotina alimentar da criança, já que ela terá fome nos horários adequados. 

Em relação a composição das refeições, ou seja, o que realmente colocamos no prato, procure manter, sobretudo no almoço, a oferta do nosso querido arroz e feijão, uma opção de carne magra ou leguminosas (no caso de uma opção vegetariana) e legumes. Essa refeição irá fornecer energia para as demais atividades do dia, além de ser um momento em que a família poderá estar reunida. Para as crianças que permanecem na escola em tempo integral, e normalmente realizam as refeições na escola,  essa manutenção do horário e da composição dos alimentos é muito importante, pois além de incentivar a manter os hábitos alimentares saudáveis a refeição terá um toque todo especial: o temperinho da mamãe!!!  

Já os lanches poderão ser mais flexíveis pois vão depender das atividades e passeios realizados pela família. Todavia devemos lembrar que esta é a época do ano de maior calor, o que associado as atividades físicas dos pequenos, requer pratos leves e muita reposição de líquidos! Desta forma, esta é uma boa hora para incentivar o consumo de frutas, sucos e sorvetes naturais, sem esquecer das saladas e sanduíches naturais que também são uma boa pedida. 

Sempre que estiver fora de casa procure lugares com opções alimentares saudáveis, e apesar do clima de férias e confraternizações evite os fast foods e industrializados com muita frequência. Uma boa dica é aproveitar o período de férias para incluir a criança no processo de produção do alimento. Reserve uma tarde para que juntos possam ir até o supermercado, escolher os ingredientes e preparar uma refeição em família. Pode ser uma receita tradicional como aquele bolo de chocolate da vovó, ou algo mais simples, como uma vitamina de frutas acompanhada por um sanduíche natural com verduras fresquinhas!

Desfrute da magia de fim de ano de forma leve e saudável na companhia das crianças! Boas festas!

Texto da nossa nutricionista, Êmellie Alves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *