Alimentação em Tempos de Quarentena

Ta bem, a gente já sabe que estamos passando por um momento coletivo delicado no mundo inteiro, logo, é de se esperar que isso impacte de alguma maneira nas nossas vidas individuais. Dentre elas, nossa rotina, nosso trabalho, nossa situação financeira, e não menos importante, nossas emoções e nossa alimentação.
Hoje eu vim falar sobre o aspecto alimentar, e não, não irei dar dicas de nenhum shot de imunidade ou recomendar suplementação vitamínica desnecessariamente.
Manter uma alimentação equilibrada já possui suas ressalvas no dia-a-dia, então ta tudo bem você se perceber comendo a mais, ou até a menos, do que consumia normalmente. As dicas de hoje são pra te ajudar a lidar com isso de uma maneira mais harmônica, e retomar o ar para conseguir manter seus hábitos mesmo em momentos desafiadores, como esse.Não é justo querer que sua rotina atual seja exatamente a mesma que antes. Então considere reorganizar sua nova rotina, mesmo que seja apenas durante esse período. Considere novos horários para se alimentar e programe, para ter uma base, quantas refeições você fará ao longo do dia.
Se a fome não vem, programe o mínimo de refeições necessárias para você olhar pra si em busca desse contato com o alimento, que te dará energia e subsídio até mesmo para se sentir mais disposto e com mais ânimo.
Se a fome vem o tempo todo, considere incluir nas suas refeições alimentos que te trazem mais saciedade, que você digere mais lentamente e também, e ainda, incluir no seu cronograma um maior número de refeições, melhor distribuídas ao longo do seu dia, de forma que evitem o impulso de beliscar algo a todo tempo.

Considere cozinhar suas próprias refeições! É um momento oportuno, pois estamos passando mais tempo em casa e conosco mesmos. Vai que você descobre um novo hobby, uma nova receita, aprende a cozinhar sua comida favorita num tempo recorde ou até mesmo, desperta mais pessoas cozinhando junto com você, seja no preparo dos ingredientes, na hora de fazer a comida ou mesmo degustando a refeição. Temos várias dicas de receitas que você pode pegar e testar!

E se cozinhar parecer exaustivo e não te despertar interesse, planeje cozinhar uma quantidade maior, de uma vez só, para você garantir que terá alimento para a semana toda, ao porcionar ela em potinhos e até mesmo congelar no freezer. Ter comida pronta é um ótimo aliado caso você perceba que ao sentir fome, parte para o que é mais rápido, seja os aplicativos de delivery, seja algum alimento não usual para aquela refeição, como os ultra processados.

Dá uma olhadinha na sua hidratação e no seu sono também. Perceba se estiá ingerindo pouca água e se assim for, capriche na hidratação. Vale colocar aviso no celular, deixar garrafas ou supositórios de água perto de você e espalhados pela casa, vale se observar mais e reconhecer seus sinais de sede para sempre que eles aparecerem, você beber água. Quanto ao sono, ter um horário habitual para acordar e dormir, mesmo que diferentes do seu habitual, ajudam muito a regular nossa fome (tanto para mais quanto para menos).

No mais, não dê tanta atenção para a mídia. O que não falta é solução milagrosa para aumentar nossa imunidade. Mas vamos lembrar que o simples é efetivo e é bom. E ainda, que nenhum alimento ou nutriente tem a capacidade de, sozinho, modificar qualquer coisa. O básico já basta!

E vá se reinventando! Lembre que toda refeição é uma chance incrível de nos alimentarmos de uma maneira diferente, melhor. E que caso você queira muito comer alimentos confortantes, mais palatáveis e que te deem prazer, é possível incluir eles no dia a dia sem exagero ou culpa. Se você percebe que não sabe como, estamos aqui pra te ajudar!

Nutricionista Cássia Helena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *