Como está sua noite de sono?

O sono é algo muito importante no tratamento de transtornos alimentares e da obesidade, sem contar que ter uma boa noite de sono é essencial para que você tenha um dia mais produtivo. Porém, caso suas noites de sono não andem muito boas, há algumas coisas que podemos evitar ou começar a fazer.

Um artigo publicado na Harvard Medical School aponta alguns sintomas como inimigos de noites bem dormidas, além de apresentar possíveis soluções para melhorar a qualidade do seu sono.

Cafeína, tabaco e álcool. 

Você talvez já deve saber que o consumo de cafeína mesmo que seja somente durante o dia é prejudicial para o seu sono, isso porque a cafeína bloqueia os efeitos da adenosina, que os cientistas pensam ser uma substância que vai acumulando em nosso corpo ao longo do dia, gerando a sensação de cansaço e sonolência, que marcam o início do processo do sono. Mas além da cafeína, o tabaco e o álcool também são inimigos de uma noite bem dormida. A nicotina é um estimulante do sistema nervoso central que pode causar insônia, ou seja, consumir nicotina, seja fumando ou mascando tabaco, pode ter consequência direta na qualidade do seu sono. Então se você é um fumante ativo, recomendamos que procure reduzir gradativamente o consumo do tabaco para que você possa, aos poucos, ter noites mais tranquilas de sono.

Já o álcool deprime o sistema nervoso e é responsável por cerca de 10% dos casos de insônia, ou seja, mesmo que algumas pessoas acreditem que um copo de bebida alcoólica antes de dormir pode ajudar a pegar no sono, a qualidade desse sono será afetada.

Pratique exercícios físicos. 

Exercícios aeróbicos regulares como: andar, correr ou nadar oferecem três benefícios importantes para o sono; você adormece mais rapidamente, atinge uma porcentagem maior de tempo de sono profundo e tende a despertar com menos frequência durante à noite, como apontou o artigo publicado na Harvard Medical School. Ou seja, manter uma rotina de atividades físicas constante irá impactar diretamente na qualidade do seu sono, além de exercícios físicos serem o único meio conhecido para que adultos saudáveis possam aumentar a quantidade de tempo em sono profundo durante o sono. Porém lembre-se de evitar exercícios físicos próximo ao horário em que vai se deitar, pois exercícios físicos são estimulantes e podem dificultar você a adormecer.

Aderir a um horário regular. 

Se for possível, procure aderir a uma rotina de sono. Pessoas que apresentam um horário regular para dormir, relatam um número menor de problemas com insônia. Tente, por um mês, criar um rotina de sono, dessa maneira, será mais fácil descobrir o que está causando a sua insônia repentina. Como já mencionado no texto, são várias as causas para a insônia ou noites mal dormidas, para chegarmos ao problema, e para que possamos resolvê-lo, será necessário o acompanhamento de algum médico responsável para descobrir o que está ocorrendo que está prejudicando a sua noite de sono, e quais os meios para resolver esse problema e permitir que você volte a ter noites tranquilas de descanso.

Caso você esteja enfrentando problemas para ter noites bem dormidas, procure um médico!

Referência: Harvard Health Publishing.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *